Hoje trouxemos alguns critérios importantes e que devem estar presentes no planejamento de um projeto de automação industrial.

Assim como já vimos em outros textos em nosso blog, a automação industrial é criar um sistema que controla e realiza tarefas sem a interferência direta do homem, com o objetivo final de aumentar a produção, reduzir gastos, aumentar a segurança dos colaboradores ou otimizar tempo, entre outros.

 

Critérios para ter sucesso em um projeto de automação industrial

 

Você concorda que automação industrial é uma das grandes maravilhas da tecnologia?

Mas para que os projetos sejam bem-sucedidos é preciso se planejar e estar preparado para aproveitar da melhor maneira possível os benefícios que ela oferece.

O primeiro passo é definir quais são os objetivos com a automação industrial, quanto mais detalhados e mais cedo forem trabalhados, melhor para a empresa.

Continue a leitura e confira um checklist com alguns pontos que devem ser considerados para o sucesso de um projeto de automação industrial. Esse guia te dará segurança de que o projeto possui qualidade e é realista.

 

 

1- Identifique o problema

Quando uma empresa decide automatizar os seus processos e estar preparada para esse momento, ela tem um problema que precisa ser resolvido, ou seja, ela tem uma motivação para isso. Podemos destacar alguns:

 

Reduzir o tempo de produção: a automação industrial é um ponto fundamental na redução de custos em qualquer empresa, já que é possível produzir mais, com mais qualidade e com menos pessoas. Além disso, existe a economia de energia e diminuição de desperdícios.

 

Melhorar a qualidade do processo produtivo: a qualidade é uma preocupação constante em qualquer indústria. Os processos automatizados oferecem maior precisão nas peças / produtos produzidos, oferecendo melhorias no produto.

 

 

Reforçar a segurança das equipes no chão de fábrica

Quanto mais automatizada for a sua planta industrial, menos intervenções humanas serão necessárias na produção. Com isso, é possível diminuir os riscos de acidentes e reduzir os custos com afastamentos e indenizações. Mas é preciso que as máquinas automatizadas cumpram as normas de segurança, especificamente a NR 12.

 

Diminuir os erros humanos

Menos erros humanos na produção é uma consequência direta da automação industrial.

Por mais treinada que seja a equipe, erros humanos podem acontecer e por diversas razões.

Por exemplo, as atividades exercidas por uma célula robótica, tem menos probabilidade de erros se comparada com um colaborador.

 

Aumentar o volume de produção

Com uma linha de produção mais rápida e precisa, o resultado só poderia ser o aumento na produção. Inclusive, essa é uma das principais vantagens da automação industrial.

 

Aumentar a precisão e diminuir a repetibilidade

A melhoria na precisão e a redução de repetibilidade de atividades por humanos são características bem presentes em plantas industriais automatizadas.

Uma máquina é capaz de realizar uma tarefa repetidas vezes, sem sofrer variações de precisão ou no tempo gasto. Mas se a mesma tarefa é realizada por um colaborador haverá variações na precisão e no tempo gasto.

Além disso, quando os colaboradores realizam um mesmo movimento várias vezes pode sofrer algum tipo de lesão.

 

2- Solução

Não basta apenas ter um projeto de automação industrial, é preciso identificar qual é a solução mais adequada para sanar os problemas que foram listados no tópico anterior. É preciso entender o que o mercado oferece.

Quando falamos em automação de processos industriais podemos listar 3 tipos:

 

Automação fixa

Esse tipo de projeto de automação é implementado com o intuito de realizar atividades repetidas e definidas, e o objetivo é obter altas taxas de produção.

A automação fixa é mais adequada em produções em massa e sistemas com produção contínua, como linha de montagem automotiva.

 

Os principais aspectos são:

  • Os investimentos iniciais são mais elevados em equipamentos específicos;
  • Alta taxa de produção;
  • Impossibilidade de prever alterações no produto, para isso seria necessário um novo projeto de automação industrial.

 

Automação programável

Esse modelo de automação é indicado para processos de produção em batelada (ciclos), com volume produtivo de médio a elevado. É um processo facilitador para a produção de uma variedade de produtos.

Entretanto, é difícil reconfigurar o sistema caso seja adicionado um novo produto ou ocorra a mudança na sequência produtiva, pois essa reconfiguração pode demandar um certo tempo. Aqui é preciso ter um bom planejamento para não perder tempo após iniciar a produção.

 

Neste modelo os principais aspectos são:

  • Elevado investimento em equipamento genérico;
  • Taxas de produção inferiores, se comparada com a automação fixa;
  • Flexibilidade para alterações na configuração da produção (após a finalização de um lote).

 

Aqui vale ressaltar um ponto: todos os elementos envolvidos na produção, como ferramentas de cortes e parâmetros de trabalho das máquinas, devem ser reajustados no final da produção de cada lote.

Automação flexível

Esse modelo de projeto de automação industrial é utilizado em aplicações com pouca variedade de serviços e um volume de produção de médio para alto.

Além disso, pode ser utilizada em processos de batelada (ciclos) e tarefas que exigem uma grande variedade de produtos, mas com escala de produção baixa para média.

É possível a produção de diversos produtos com diferentes mercados alvo, já que a processo produtivo é unificado, ao invés de ser segmentado.

 

Os principais aspectos da automação flexível são:

  • Elevados investimentos do sistema global;
  • Produção contínua de diversos produtos;
  • Produção com taxas médias;
  • Flexibilidade para ajustar as variações no tipo de produtos.

 

Os objetivos do projeto de automação industrial precisam estar bem definidos, só assim é possível escolher a melhor solução para a linha de produção da sua empresa.

 

3- Justificativa financeira

Ainda existe o paradigma de que todo projeto de automação industrial é caro, e muitos gestores descartam os projetos sem nem ao menos fazerem as contas.

A verdade é que, hoje em dia, a tecnologia está se popularizando e se tornando acessível a todos, e os elevados preços do passado teve uma redução significativa.

O grande desafio para os fornecedores de tecnologias de automação industrial é oferecer projetos que tragam um rápido retorno ao investimento realizado, em alguns casos esse investimento é alto.

Com isso, é importante avaliar quais serão os benefícios trazidos com os processos automatizados e o payback desse investimento, pois só assim será possível entender se vale a pena ou se a empresa está preparada para a o processo de automação industrial.

Não adianta sua empresa ter o melhor projeto, mas custar caro e não oferecer um bom custo-benefício.

 

4- Prazo

Definir um prazo de implementação do projeto de automação industrial é primordial, assim como em qualquer tipo de projeto.

Nesse momento é importante deixar claro quais são as necessidades, pois as demandas são dinâmicas, muitas vezes o que faz sentido hoje, daqui seis não faz mais.

Como é um projeto que envolve várias áreas, é preciso que todos tenham ciência do cronograma, evitando possíveis atrasos.

Aqui o ponto fundamental é cumprir o cronograma de execução!

 

5- A escolha do fornecedor ideal

Por último e não menos importante, você precisa escolher o fornecedor ideal para atender as reais necessidades da sua linha de produção.

Esse fornecedor precisa entender como funciona os seus processos produtivos, só assim será possível oferecer a melhor solução para o seu projeto de automação industrial.

Além da solução ideal, esse parceiro precisa oferecer manutenção e consultoria de qualidade, que são pontos fundamentais para o corebusiness da sua empresa. Com isso, ela conseguirá alcançar todos os benefícios oferecidos pela automação industrial.

 

A cada dia que passa se torna fundamental ter uma planta automatizada e com máquinas mais atuais, mas para isso é preciso desenvolver um projeto de automação industrial que atenda às necessidades dos processos produtivos e que todas as áreas envolvidas estejam comprometidas.

A automação industrial tem tornado as empresas mais competitivas e eficientes, disso não temos dúvidas.

Como está a produção da sua empresa?

 

Saiba mais sobre as soluções de automação industrial com a SEE Sistemas! Acompanhe as nossas redes sociais e visite o nosso site.

 

Ah, continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro do mundo da automação industrial.

 

Até a próxima! 🙂