Redução de custos e potencialização dos lucros são os principais resultados obtidos através da automação industrial.

Quando falamos em automatizar processos produtivos, estamos nos referindo a otimização da gestão do tempo e das matérias-primas utilizadas, trazendo custos menores e mais eficiência. E algumas atividades que eram realizadas por humanos, passam a ser executadas por máquinas e os sistemas são integrados.

Se você já entende a importância de automatizar e sabe o quanto isso pode gerar vantagens competitivas para a sua empresa, esse texto é para você!

Continue a leitura e entenda se a sua empresa está preparada para iniciar esse processo de automação da produção.

A minha empresa está preparada para automação industrial?

 

O processo de automação é algo que não pode ser feito sem uma análise e planejamento prévio.

É muito importante verificar todas as etapas da produção da empresa e analisar os processos de todos os setores, para garantir que todos estejam alinhados. Além disso, existem outros fatores a serem analisados para saber se a sua empresa está preparada para implantar a automação industrial.

Confira quais são!

Análise o processo produtivo

O atual processo produtivo da sua empresa ainda faz sentido? Mesmo com tantos anos no mercado, sua empresa trabalha da mesma forma e a produção não apresenta falhas?

O cenário industrial evoluiu e novas tecnologias surgiram, é muito importante ter um novo olhar para esse novo cenário.

Entender a demanda produtiva da sua empresa e ter ciência de que a automação faz parte do processo fabril e que não deve ser considerada como uma despesa, são pontos fundamentais que você deve considerar para iniciar o processo.

Além disso, quando você consegue calcular a capacidade produtiva atual, essa informação servirá como um dado para análises futuras, assim é possível identificar qual o melhor tipo de automação para a sua empresa.

A automação oferece diversas ferramentas e com certeza uma delas te ajudará na missão de eliminar os gargalos da sua produção.

 

Identifique os gargalos da produção

O gargalo de produção ocorre quando alguma coisa dentro do processo produtivo não funciona corretamente, atrapalhando e limitando a produção final.

Se você deseja automatizar o processo produtivo, otimizar a capacidade de produção e aumentar a produtividade, é preciso identificar quais são os gargalos.

 

Treine os colaboradores

Os colaboradores da sua empresa estão preparados para lidar com as tecnologias e facilidades oferecidas pelos processos automatizados?

Para que a automação atinja o seu potencial máximo é necessário que todos os envolvidos, desde a operação até a manutenção, saibam utilizar os equipamentos e softwares de forma correta.

Com isso, é essencial que sejam realizados treinamentos, para que eles possam desempenhar as atividades da melhor maneira, assim obtendo os melhores resultados.

 

Avalie o custo – benefício

Muitos empresários acreditam que não possuem orçamento suficiente para automatizar a linha de produção da empresa.

Saber avaliar o custo – benefício oferecido pelas tecnologias da automação industrial é um ponto importante para entender se a sua empresa está preparada ou não para dar esse passo.

A princípio, investir em processos produtivos automatizados nem sempre é um custo pequeno. Isso pode parecer algo negativo, mas não é, se você considerar os benefícios oferecidos! O payback, na maioria das vezes, acontece em um período curto.

Calcular payback!

Além disso, você estará investindo em equipamentos automáticos, com isso, é possível explorar novos métodos de produção, expandindo-os consideravelmente.

É importante ter em mente que o custo de investimento pode variar conforme a sua demanda e produção.

Então, antes de implantar a automação em sua empresa é preciso avaliar quais são as soluções que podem alcançar os seus objetivos, para depois fazer o planejamento financeiro.

Um ponto importante é: as ferramentas, máquinas e tudo que está envolvido na automação industrial, necessitam de manutenção. Não esqueça de considerar esse custo em seu planejamento financeiro.

 

Defina o objetivo da automação

Antes de começar qualquer plano de implantação da automação industrial é preciso definir quais serão os objetivos e deixar claro para todas as pessoas envolvidas nos processos.

De nada adianta ter as mais modernas tecnologias se elas não atenderem a um objetivo especifico e não auxiliarem no dia a dia dos colaboradores.

 

Temos algumas dicas que podem ter auxiliar no processo de definição dos objetivos:

  • Revise seu plano de negócio;
  • Atualize seus equipamentos, começando por aqueles que são mais antigos e que suprem as demandas, assim você identifica o que precisa ser automatizado;
  • Utilize as informações sobre a capacidade produtiva da sua empresa.

 

 

 

Mensure a performance e faça projeções

É fundamental saber como mensurar a performance e fazer projeções para a sua empresa, assim você entenderá melhor se ela está preparada para o processo de automação.

Ter uma gestão baseada em métricas de desempenho auxilia na tomada de decisões e consequentemente, melhora a gestão.

Mas para isso é preciso estabelecer os Key Performance Indicators (KPI’s), ou indicadores chave de sucesso.

Na indústria esses indicadores contribuem para medir a performance, eficiência e eficácia das atividades fabris, com isso, gerando dados e informações estratégicas.

 

Mas como esses indicadores podem auxiliar na tomada de decisões?

Os indicadores servem para mensurar o nível de qualidade nos processos produtivos da sua empresa. Além disso, eles contribuem para a redução de custos e aumento do desempenho, pois através deles é possível identificar gargalos de produção, ineficiências, desperdícios e outros fatores que podem interferir produtividade da empresa.

Através dos indicadores também é possível entender o nível de aproveitamento em relação aos resultados gerados, dentro de um intervalo de tempo.

Cada indústria necessita de indicadores específicos, em alguns casos é preciso criar métricas próprias para obter informações mais precisas.

Mas de forma geral, podemos destacar alguns indicadores como: número de produtos produzidos, produtividade homem / hora, tempo de inatividade, horas trabalhadas na produção, nível de utilização da capacidade instalada, número de lotes rejeitados, entre outros.

Com as informações obtidas através dos indicadores, é possível fazer projeções e entender se o seu processo produtivo conseguirá suprir a demanda ou se chegou a hora de investir em automação industrial.

 

Como vimos, implantar a automação industrial em uma empresa requer um bom planejamento e envolve todas as áreas, pois todos precisam estar alinhados, ter em mente os objetivos e benefícios oferecidos pela automação;

É preciso ter em mente que nem sempre produzir mais e mais rápido está relacionado apenas ao aumento das vendas, em alguns casos isso pode trazer outros benefícios, como redução de custos, hora extra, desperdícios, preservação do meio ambiente, entre outros.

Já o investimento e o tipo de automação dependem dos objetivos do negócio e o que se pretende com a automatização dos processos.

 

Se você ainda tem alguma dúvida sobre automação industrial, temos um conteúdo completo que te ajudará: Automação industrial: o que é e por que aplicar na sua indústria?

 

Continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro das novidades do mundo da automação industrial.

Até a próxima! 🙂